A realidade do Brasil

 

A realidade do Brasil

 

O filho fala para o pai:

 

– Pai, eu preciso fazer um trabalho para a escola, posso te fazer uma pergunta?

 

– Claro meu filho. Qual é a pergunta?

 

– O que é Política, pai?

 

– Bem, vou usar a nossa casa como exemplo. Sou eu quem traz dinheiro para casa, então sou o Capitalismo. Sua mãe administra (gasta!) o dinheiro, então ela é o Governo. Como nós cuidamos das suas necessidades, então você é o Povo. A empregada é a Classe trabalhadora, e seu irmão nenê é O Futuro. Entendeu, meu filho?

 

– Mais ou menos, pai. Vou pensar…

 

Naquela noite, acordado pelo choro do irmão nenê, o menino foi ver o que tinha de errado. Descobriu que o nenê tinha sujado a fralda e estava todo emporcalhado. Foi ao quarto dos pais e a sua mãe estava num sono muito pesado. Então, foi ao quarto da empregada e viu, através da fechadura, o pai na cama com a empregada. Como os dois nem percebiam as batidas que o menino dava na porta, ele voltou pro quarto e dormiu.

 

Na manhã seguinte, na hora do café, ele falou pro pai:

 

– Pai, agora acho que entendi o que é Política!

 

– Ótimo, filho! Então me explica nas suas palavras…

 

– Bom, pai, enquanto o Capitalismo fode a Classe Trabalhadora, o Governo dorme profundamente. O povo é totalmente ignorado e o Futuro está todo cagado!

 

Dilma e o vidente

 

Walter Mercado e a futura presidente Dilma se encontram um comício. A certa altura da conversa, a futura presidente não se contém e solicita ao vidente para que lhe veja o futuro. Walter faz uma pequena ­oração, se concentra e ainda de olhos fechados, comenta:

 

Vejo o senhora passando por uma avenida com uma multidão enorme, e todos acenando!!

 

Um largo sorriso abre-se no rosto de Dilma.

 

Eles estão felizes??

 

Muito! Muito felizes!!

 

E eu? Aceno de volta para eles??

 

Não!

 

Porque não?

 

Porque o caixão está lacrado!

 

Motorista do Lula

 

O presidente LULA e seu motorista passavam por uma estrada quando subitamente atropelaram um cachorro, matando-o instantaneamente. Imediatamente LULA pediu ao motorista que fosse até a fazenda explicar o ocorrido ao dono do animal.

 

Uma hora mais tarde, LULA vê seu motorista voltar cambaleando, com um cigarro na mão e uma garrafa de uísque na outra, além da roupa toda amarrotada.

 

– O que aconteceu? Você estava em uma festa? – perguntou LULA.

 

E o motorista respondeu:

 

– Bem, é o seguinte, o fazendeiro me ofereceu essa garrafa de uísque, sua mulher, esse maço de cigarros e sua charmosa filha de 19 anos me deu muitos beijos apaixonadamente…

 

– Meu Deus! O que você disse para eles? – perguntou LULA.

 

E o motorista respondeu:

 

– Sou o motorista do LULA e acabo de matar o cachorro!

 

Depende do tempo

 

Um cliente chega a uma “casa de meninas” e pergunta: — Quanto custa uma menina?

 

— Depende do tempo.

 

— Bem… Suponhamos que chova.

 

Mosquitos

 

Um menino chamou o pai no meio da noite e disse:

 

— Pai, tem muitos mosquitos no meu quarto!

 

— Apague a luz que eles vão embora!

 

Logo depois apareceu um vaga-lume. O menino chamou o pai outra vez:

 

— Pai, socorro! Agora os mosquitos estão vindo com lanternas!

 

Olha o Passarinho

 

Duas loiras estavam andando na rua e uma diz para a outra:

 

— Olha ali, um passarinho morto.

 

A outra olha para o céu e pergunta:

 

— Onde?

 

O Terno

 

Um idoso chega ao alfaiate e pergunta:

 

— É verdade que meu filho lhe deve um terno há 5 anos?

 

O alfaiate muito feliz pergunta:

 

— É isso mesmo. Por quê? O senhor veio saldar a dívida?

 

O homem responde prontamente:

 

— Não, eu só vim saber se você pode me vender um nas mesmas condições?

 

Cliente Galo

 

O paciente entra no consultório de seu psiquiatra correndo:

 

— Doutor, vou lhe contar um segredo: eu sou um galo!

 

O psiquiatra resolve aprofundar o assunto:

 

— E desde quando o senhor acha que é um galo?

 

O paciente responde sem pensar:

 

— Ah, desde que eu era um pintinho.

 

Ratos Cinéfilos

 

Dois ratos entraram num cinema, foram direto para a sala de projeção e roeram todo o rolo do filme.

 

Terminado a refeição, um perguntou para o outro:

 

— Gostou do filme?

 

— Não, gostei mais do livro!

 

Traição

 

Deitada no seu leito de morte, a mulher segura a mão do marido e chora:

 

— Querido, deixe-me falar. Tenho que te confessar algo… Nesses dois últimos anos eu te traí com seu melhor amigo…

 

— Tudo bem, não se preocupe por isso… – responde o marido.

 

— Como, tudo bem? Se você não me perdoar, não vou morrer em paz!

 

O marido então coloca afetuosamente a mão de sua esposa entre as suas e, olhando carinhosamente para ela, diz:

 

— Não se preocupe por isso. Eu já sabia. Por que você acha que eu lhe envenenei?

 

Felizes para Sempre

 

O sujeito chega para a namorada e pergunta:

 

— Quer se casar comigo?!

 

Ao que ela responde:

 

— Não, de jeito nenhum!

 

E assim, os dois viveram felizes para sempre.

 

No Dentista

 

O mineirinho vai ao dentista:

 

— Dotô, quanto custa pra arrancá um dente?

 

— São cem dólares!

 

— Creio em Deus padre! Só pra arrancá um dente?

 

— Exatamente!

 

O caipira virou-se para ir embora, mas pensa um pouco, coça o queixo e pergunta:

 

— E se for só pro senhor deixá ele mei bambinho?

 

Chefinho

 

O chefe de departamento, sentindo que seus subordinados não respeitavam nem um pouco a sua liderança, resolveu colocar uma placa na porta da sala, onde se lia: “Aqui quem manda sou eu.”

 

Depois de voltar de uma reunião, viu o seguinte bilhete pregado junto à placa: “Sua esposa ligou pedindo para que devolva a placa.”