Epidemia de Miopia: Geração Z em risco de cegueira devido ao excesso de telas, alertam especialistas

De acordo com os dados apresentados, as taxas de miopia dispararam em todo o mundo nas últimas décadas

Um alerta urgente está sendo emitido por renomados oftalmologistas, revelando que a Geração Z enfrenta um perigo crescente de desenvolver sérios problemas de visão, incluindo risco de cegueira, devido ao hábito cada vez mais comum de passar horas em frente a telas de dispositivos eletrônicos.

Segundo um novo estudo conduzido por um importante cirurgião oftalmologista, os Zoomers, como são conhecidos os nascidos entre meados da década de 1990 e meados da década de 2010, estão enfrentando um aumento alarmante nas taxas de miopia. O problema é exacerbado pela falta de exposição à luz solar natural durante a puberdade, o que pode ter consequências graves para a saúde ocular.

De acordo com os dados apresentados, as taxas de miopia dispararam em todo o mundo nas últimas décadas. No Reino Unido, houve um aumento de 46% nos últimos 30 anos, enquanto nos EUA, um estudo realizado na Califórnia apontou um aumento impressionante de 59% entre os adolescentes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê um aumento de 84,8% no número de brasileiros com alta miopia até 2040.

O Dr. Joern Jorgensen, cirurgião oftalmologista de renome mundial, ressalta que a situação só tende a piorar, já que a Geração Z não está recebendo dopamina suficiente, um neurotransmissor essencial para a saúde ocular. A exposição à luz solar é fundamental para regular os níveis de dopamina na retina, o que ajuda a prevenir o desenvolvimento da miopia.

O tempo excessivo gasto em dispositivos eletrônicos, combinado com a falta de atividades ao ar livre, contribui significativamente para o problema. O Dr. Jorgensen enfatiza a importância de incentivar as crianças a passarem mais tempo fora de casa, praticando esportes e brincando ao ar livre.

Além do aumento da miopia, especialistas alertam para o risco de desenvolvimento de sérias complicações oculares, incluindo degeneração macular, glaucoma e descolamento de retina. Estima-se que até 2030, 40% da população global seja míope.

Diante desse cenário preocupante, médicos e pesquisadores apelam para ações urgentes. Recomendam-se medidas como limitar o tempo de tela, promover atividades ao ar livre e conscientizar sobre os riscos associados ao uso excessivo de dispositivos eletrônicos, especialmente entre as crianças.

A Coalizão Global de Conscientização sobre a Miopia e o Myopia Focus estão pressionando por mais investimentos em tratamentos e terapias preventivas. A mensagem é clara: é preciso agir agora para evitar uma epidemia de problemas de visão que ameaça afetar toda uma geração.

Em um mundo cada vez mais dominado pela tecnologia, é fundamental encontrar um equilíbrio entre o uso de dispositivos eletrônicos e a promoção de hábitos saudáveis, garantindo assim um futuro com visão clara e sem limitações para as gerações futuras.

Fonte:  Diego Sousa – IstoÉ